Eu, um mineiro no fundo da mina.

Escrito por Valter Junior.

Eu, um mineiro no fundo da mina.Pra mim foi inevitável dar asas a imaginação e comparar a situação dos mineiros chilenos com a minha. Mas como assim? Eu explico.

O mundo em que vivo é como o fundo da mina. Estou nele esperando um dia sair. Da pra viver, mas nem se compara com o que me espera fora da mina. No entanto, enquanto estou no fundo da mina me identifico muito com a figura do chefe do turno que cuidou de tudo e de todos enquanto ali estava. Assim procuro fazer com relação a mim e aos que amo, quero cuidar deles até vê-los todos saindo da mina. Enquanto a gente cumpre a missão no fundo da mina, o tempo vai passando. Apesar de previsões de que demoraremos muito a sair da mina, podemos ser surpreendidos, assim devemos estar preparados. Queremos estar prontos para quando essa hora chegar. Existe vida no fundo da mina apesar da dura realidade ali. No fundo da mina é possível se fazer poesia, se entreter, ser companheiro, ficar junto, cuidar do que precisa ser cuidado, mas tudo se torna mais fácil de ser feito porque sabemos que vamos deixar a mina. Existe esperança e por isso existe vida.

De repente quem estava fora da mina entra para nos buscar. Como pode ser isso? Alguém vir ao fundo da mina? Deixar a segurança do lado de fora pra vir nos buscar? Foi assim. O socorro chegou assim, por mãos humanas que entendem o que é o fundo da mina. Bem ais do que uma cápsula fria, houve calor humano.

E finalmente a gente sai. Como será quando eu chegar do lado de fora da mina. Lá é imensamente melhor do que dentro da mina. Absolutamente incomparável! Será que vou receber óculos para proteger meus olhos, já que não enxergo a vinte anos? Com que roupa eu vou? Como será essa viagem de saída? No caminho já poderei ir conversando com quem já está me esperando? Quando eu chegar os anjos vão bater palmas ou asas? Quem virá me cumprimentar? Quem vou abraçar primeiro? O que vou cantar?

Mais que tudo espero confiadamente ouvir:

Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.

Não espero que minha história seja utilizada para o roteiro de um filme, nem presentes, nem entrevistas, nem ingressos para jogos de futebol. Espero mais:

Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo;

Ainda estou no fundo da mina, mas vejo que Ele já esteve aqui e saiu. Aguardo que Ele venha me buscar, ainda que muitos tenham a sua volta por tardia. Ele vai chegar na hora certa, eu sei. Enquanto isso, sinto sua presença no fundo da mina, e isso me ajuda a prosseguir até que chegue o dia e é bem certo que o dia vem. Vamos deixar o fundo da mina, pois o céu nos espera com uma grande festa e muita gente querida que já saiu.

P. S. Use sua imaginação e escreva sua comparação. Nasci em Minas Gerais, portanto, mineiro desde o nascimento.