Escrito por Valter Junior.

Passei muitos dias sozinho. O tempo em solido muitas vezes me fazia desejar imensamente uma companhia. Nesses momentos pensava em tanta gente que conheo, mas ningum estava ali comigo.

Alguns, bem sei, nem adiantava que eu pedisse para vir ficar um pouco comigo, pois estavam sufocados com seus muitos afazeres. S poderiam vir se eu estivesse em uma situao de emergncia. Tenho muitos amigos com os quais posso contar em uma emergncia, mas sinto muito no ter o prazer da companhia deles fora de situaes emergenciais.

Outros no viriam por no se sentirem em condies de se aproximar tanto de minha dor. No os julgo por isso, muito menos condeno. So sinceros e amorosos. Pior situao a de quem no tem nada a dizer e assim mesmo diz. Apenas peo a Deus que mais e mais capacite pessoas a estarem com os que sofrem de modo que ao desejarem assim fazer, sintam-se preparadas por Deus para isso.

Explicvel, mas sem sentido, a atitude dos que por obrigao institucional vem nos visitar em nossa solido. Entram em nossa casa, mas no nos visitam em nosso sofrimento. Dizem palavras verdadeiras sem realmente acreditar nelas, fazem oraes sem sentimento e vo embora. Deus abenoe que no voltem antes de carem em si e se aperceberem de que se no houver amor no gesto, o gesto por si s no ser capaz de nem sequer sugerir amor.

De tanto ficar sozinho vejo que estou aprendendo a ficar sozinho. J sabia ficar cercado de pessoas, agora vou aprendendo a lidar melhor com a solido. A solido um bom lugar para se visitar, mas no para se permanecer. Sozinhos com Deus podemos ter maravilhosos momentos.

As vezes s, as vezes acompanhado, vamos seguindo a Cristo. Lidar com ambas as situaes nos ensina que a ss ou em meio a multido Ele sempre estar conosco.

Deus tenha misericrdia de ns em todo o tempo.